Entre em contato!
(11) 3423-8896
(11) 97602-3862
(11) 99435-8699

Bichos ajudam a medicina

A ciência comprova: um simples carinho no pelo do animal libera endorfina, que causa sensação de bem-estar. Muitos deles, como cães e cavalos, ajudam na recuperação de pacientes com problemas neurológicos, motores e alegram a vida em hospitais e asilos.

Um dos métodos reconhecidos pelo Conselho Federal de Medicina desde 1997 é a equoterapia. Os cavalos trabalham junto à parte física e emocional de pessoas com algum tipo de deficiência. “Melhora a autoestima. O paciente se sente poderoso por estar em um animal mais forte, maior, além de começar a ver a vida de cima”, explica Danielle Mialich Rodrigues, fonoaudióloga e coordenadora do centro de reabilitação Voo de Liberdade, do Riacho Grande, em São Bernardo.

Marcelo Pereira, 23 anos, de Santo André, é cadeirante e está na terapia há dois anos. Ele monta a égua Belinha. “Sinto como se estivesse andando. É muita liberdade”, relata Marcelo, que é apaixonado por animais. Ele tem sete peixes, um casal de periquito, um casal de jabuti, uma tartaruga d´água, uma cadela e um hamster. “Gosto de ter a responsabilidade de cuidar deles. Quero fazer faculdade de veterinária.”

Matéria sobre a Equoterapia Vôo de Liberdade no Diário do Grande ABC.

Autora: Marcela Munhoz / Publicação: 09/09/12 – http://www.dgabc.com.br/News/5979706/bichos-ajudam-a-medicina.aspx